Imprensa Notícias Saúde comemora hoje Dia Nacional da Luta Antimanicomial

18/05/2017 às 13:30

Autor: João Menezes
Fonte: Assecom

Durante a manhã desta quinta-feira (18), dia em que se comemora a Dia Nacional da Luta Antimanicomial, a Secretaria Municipal de Saúde de Barra do Bugres, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), realizou durante a semana vasta programação, com a participação de profissionais, pacientes e familiares que recebem atendimentos dos CAPS do município.

No encerramento da programação, o prefeito Raimundo Nonato, primeira dama Irene Bernardino Faria, a secretária de Saúde Municipal, Cátia Oda, a psicóloga Larissa Petroni, os vereadores Valer Sene e Pepe Motorista, e profissionais da Saúde participaram de uma palestra no Praça Ângelo.

De acordo com Cátia Oda, esse dia é a lembrança para a população de Barra do Bugres o fim dos manicômios e dos internamentos e o início dos CAPS. Um tratamento mais humanizado com mais respeito aos pacientes e não excluídos pela sociedade. Um atendimento fundamental a todos, não só a aqueles que têm transtornos psiquiátricos e drogas.

A dona casa de 55 anos, Rosalina De Souza Andrade, pensionista do marido, recebe atendimento do CAPS do município há mais de 25 anos. Ela lembra que por diversas vezes foi internada no manicômio Adalto Botelho de Cuiabá, e desde essa época recebe auxilia da Secretaria Municipal de Saúde com remédio de alto custo e ainda seus dois irmãos, João Aparecido de Souza e Paulo de Souza também são assistidos pelo CAPS do município.

A psicóloga Larissa Petroni do CAPS avalia com positivo a Semana Pela Luta Antimanicomial que culminou com esse evento na Praça, onde durante a semana foi mostrado o trabalho da instituição na conscientização. Entretanto foi possível mostrar como pode ser tratada essa doença que, de acordo com estudos, em 2020 metade da população mundial vai estar com problemas psíquico e tomando medicamentos controlados. “É de extrema importância divulgar a saúde mental, porque sem ela não temos saúde”, finalizou a psicóloga.

QUEM PODE PROCURAR E ONDE ENCOTRAR AJUDA DO CAPS

Pessoas que tenham mais de 18 anos, que apresentam intenso sofrimento psíquico, com transtornos mentais severos e ou persistentes, incluindo transtornos relacionados à dependência química de álcool e outras drogas.

Os interessados procurar a Avenida Voluntários da Pátria, nº 355 – Maracanã, de segunda a sexta-feira, das 7h às 11h e das 13h as 17h.